Os perigos do consumo de manteiga e margarina

Muitas pessoas trocam a manteiga, de origem animal, pela margarina. Buscam uma alternativa vegetal mais saudável. Mas, será que isso é verdade? Qual a composição dos dois produtos e quais as consequências desse consumo para a saúde?

MANTEIGA
Composição: creme pasteurizado obtido a partir do leite da vaca, cloreto de sódio, fermentos lácteos selecionados.

A manteiga é um produto derivado do leite, obtida por meio do batimento do creme de leite (nata), rica em gorduras saturadas e colesterol, que são altamente prejudiciais à saúde. Quando consumida, aumenta os níveis de colesterol, o risco de obesidade, câncer e doenças cardiovasculares.

MARGARINA
Composição química: gorduras vegetais hidrogenadas, sebo animal, ácido sulfúrico, leite de vaca, soda cáustica, ácido benzoico, ácido butil hidroxitolueno (explosivo), galato propila, corante artificial (CI, CII, etc.), aromatizantes artificiais (PI, PIV), antioxidantes artificiais (AV, AVI e AVIII), estabilizantes artificiais, vitamina “A” sintética ou acetato de vitamina A2,20.COC Co).

A margarina contém componentes altamente nocivos à saúde, como óleos vegetais saturados e sebo bovino. Também recebe átomos de hidrogênio na sua industrialização e os fabricantes ainda usam quinze diferentes produtos químicos.

Um desses produtos é explosivo – ácido butil hidroxitolueno – que quebra as estruturas de sebo de boi e conserva a mistura.

Dificilmente você verá uma margarina apodrecida nas prateleiras dos supermercados, isso acontece porque as substâncias químicas não permitem que a deterioração aconteça, imagine o que essas substâncias causam no organismo  humano.

Muitas margarinas contêm gorduras vegetais hidrogenadas. Esse tipo de gordura foi criada pela indústria para ser uma alternativa à gordura saturada. Como não existe gordura no mundo vegetal – somente óleos – foi criado, então, um processo de transformação desses óleos vegetais em gordura sólida.

Os cientistas relacionaram o consumo dessa gordura vegetal a doenças metabólicas, como o aumento da cintura abdominal, diabetes tipo 2, alterações dos lipídeos sanguíneos, hipertensão arterial e esteatose hepática (fígado gorduroso).

Outro fator preocupante é que a margarina pode aumentar em 53% a incidência de doenças cardíacas em mulheres quando consumida na mesma quantidade que a manteiga, segundo pesquisas. O consumo desse produto também propicia o aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos e a diminuição do HDL (bom colesterol), por mecanismos indiretos.

A dica para você que gosta muito de ter opções para passar no pão, é ter alternativas saudáveis. Troque a manteiga e a margarina por uma deliciosa maionese de soja, patês de tofu ou geleias com frutas secas. Todas essas alternativas são saudáveis e totalmente naturais.

Por Juliana C. Oliveira 

Fontes:
Jornal dos Amigos
Terra
Wikipédia

 

Gostou deste conteúdo? Então faça o download do nosso livro digital gratuito...

Gostou deste conteúdo? Então conheça agora o nosso método para se tornar vegetariano...