Ar puro: fonte de cura natural – por Otávio Simões

A importância do ar na saúde humana vai muito além de uma mera necessidade de sobrevivência. Respirar ar puro e com profundidade é um ponto crucial para obtermos qualidade de vida.
O ar puro proporciona o oxigênio ideal para ser levado a todo o organismo, especialmente para o sistema nervoso, o cérebro e todos os demais órgãos, promovendo a qualidade do sono.

Todos os processos digestivos são grandemente beneficiados pela boa oxigenação do organismo. As funções intelectuais, a memória, os sentidos de uma forma geral, ficam mais desenvolvidos, até mesmo facilita a percepção de Deus, favorecendo nossa espiritualidade.

Dicas práticas

Diante de todos os benefícios do ar puro para nossa saúde, vale a pena conferir as dicas a seguir:

•    A respiração profunda, induzida pelo exercício ao ar livre, desencadeará uma gama de benefícios à saúde, fortalecendo todo o sistema nervoso.
•    É importante manter toda a casa e o ambiente de trabalho bem ventilados, com as janelas abertas na maior parte do tempo.
•    Não durma em quarto abafado. Essa dica é especialmente importante para o doente acamado. Se não é feita a ventilação adequada no quarto do doente, o paciente vai demorar mais tempo para se recuperar.
•    Deixe que exista uma ventilação no quarto para renovar o ar durante toda a noite, mesmo que esteja frio e você tenha que usar um agasalho.
•    Evite qualquer produto que possa provocar a poluição do ar ambiente, tais como venenos para matar pernilongos, fumaça de cigarros, aromatizantes químicos, incenso, etc.
•    Faça sua alimentação em ambiente de ar puro, e após, caminhe por uns 5 a 10 minutos, ao sol e ao ar livre. Após a caminhada, descanse 20 a 30 minutos.
Como fazer respiração profunda e completa

Depois de relacionarmos as dicas, é preciso saber como desfrutar dessa dádiva divina em todo o seu potencial.

Respire profundo e suave, enchendo bem os pulmões, começando pela parte de baixo, depois a média e por fim a parte superior. Preste atenção a este detalhe: é muito comum a pessoa encher apenas uma parte do pulmão deixando outras vazias, inativas, que ficam enfraquecidas e tendem a adoecer.

Especialmente quem tem problemas respiratórios deve começar a fazer a respiração profunda e completa, fazendo com que o ar alcance todas as partes dos pulmões: inferior, média e superior.

Faça exercícios de respiração profunda

Aproveite os momentos de relaxamento, enquanto estiver acordado, para fazer seu exercício de respiração profunda. Faça respiração profunda a qualquer hora, sempre que lembrar-se dela. Ela é muito benéfica especialmente nos momentos de tensão.

Aos poucos você irá automatizando a respiração profunda e completa e depois ficará acostumado a fazê-la sem perceber. Muitas pessoas apresentam organismos frágeis e sensíveis por falta de uma boa oxigenação, por terem uma respiração fraca e superficial.

A escritora Ellen White afirma: “O ar puro demonstrar-se-á mais benéfico ao doente do que os remédios, e lhes é muito mais necessário do que o alimento.” Mensagens Escolhidas, v. 2 p. 456.
Não deixe de exercitar a respiração profunda. É algo simples, mas que fará toda a diferença na sua vida, lhe proporcionando saúde completa. Aliás, como todas as recomendações do nosso bom Deus!

Fontes: E-book Guia de Saúde na Alimentação, Amazinghealh.com

Conheça mais sobre os 8 remédios naturais, clique aqui.

Por Otávio – Da Causa para o Efeito

Gostou deste conteúdo? Então assista o nosso mais novo vídeo...