A vitamina B e as emoções – Por Juliana Oliveira

Print Friendly

Logo quando me tornei vegetariana procurei freneticamente qualquer tipo de informação que me ajudasse na minha nova dieta. Acredito que fui pelo caminho mais doloroso e pouco recomendado, decidi junto com meu esposo largar diversos tipos de alimentos da noite pro dia. Fiquei por 3 meses tendo uma vida de rainha porque meu organismo não estava acostumado com uma alimentação totalmente natural.

Um dos amigos que me ajudou muito foi o Fábio. Ele me escrevia por email diversas receitas, me ensinando como eu deveria substituir artigos como açúcar, leite e ovos. Aliás, foi ele e a esposa que nos apresentaram, de forma prática, os benefícios da dieta vegetariana. E foi por causa dessa conversa que resolvemos mudar.

Algum tempo depois descobri que na Igreja Adventista Central Paulistana eram ministradas palestras de saúde e alimentação, todo primeiro domingo do mês, e não tive dúvidas em freqüentar essas palestras. O mais curioso é que no primeiro domingo fiquei impressionada com a palestrante, uma senhora muito alegre, corada, guerreira, cheia de vitalidade e com o cabelo cor de algodão. Magrinha e franzina, mas com uma voz poderosa, ela falava, cantava, fazia as receitas e respondia as perguntas dos ouvintes. O auditório estava lotado, e o mais impressionante: 90% não freqüentavam a igreja.

Numa dessas palestras aprendi sobre a vitamina B e o quão importante é essa vitamina para o nosso organismo. Quando eu não ligava pra alimentação, achava que a ligação entre alimentação e a mente humana era pura conversa fiada. Como as nossas emoções e nossa saúde mental estão ligadas ao que comemos? Nesse dia, obtive a resposta.
As vitaminas do complexo B são responsáveis pela manutenção do cérebro, estômago, intestino e pele. São as maiores responsáveis pela manutenção da saúde emocional e mental do ser humano. Essas vitaminas ajudam você a pensar melhor, ter mais disposição, ânimo e força para as lutas do dia a dia.

Uma outra informação muito importante que descobri pesquisando é que o açúcar (qualquer tipo que seja) rouba as vitaminas do complexo B do seu corpo. Por isso não adianta tomar complementos ou comer frutas e verduras com essa vitamina. Se você consumir açúcar, em grande quantidade, irá eliminar do seu corpo todas as vitaminas B.
É por isso que muitas vezes muitas pessoas estão com depressão, ansiedade, tristeza, cansaço excessivo, sonolência e desânimo. Falta vitamina B! É isso mesmo, simples assim.

Se mesmo assim você não acreditar em mim, procure no nosso amigo Google sobre as vitaminas do complexo B e você vai conseguir enxergar o que a maioria das pessoas não sabem: o valor da alimentação saudável para a sua mente e as suas emoções.

Um suplemento muito legal, que pode ajudá-lo no consumo dessas vitaminas, é o levedo de cerveja. É totalmente natural e contém a maioria das vitaminas B. É vendida em cápsulas ou em pó, dependendo da maneira que você se adaptar melhor.

Depois de um domingo, aprendendo com a senhorinha do cabelo de algodão, lições maravilhosas sobre a vitamina B, saí pensativa e ao mesmo tempo maravilhada. Precisava passar esse conhecimento para alguém. A noite estive na igreja para o culto. Nos momentos de oração uma senhora pedia por problemas emocionais, ela estava passando por um momento de depressão muito forte, e estava totalmente desanimada. Na hora pensei que aquela seria minha chance de partilhar o que tinha aprendido naquele domingo. Escrevi num pequeno papel sobre as vitaminas do complexo B e a saúde emocional. Entreguei para a senhora no final do culto. Ela leu, olhou para meu rosto e deu um sorriso sem graça. Obrigada, ela disse, bem baixinho. Voltei naquela igreja diversas vezes, e sempre encontrei a mesma senhora, com o mesmo olhar triste e cabeça baixa. Tenho quase certeza que ela não deu muito crédito as minhas informações e nem as mudanças de alimentação que propus a ela.

Pelo menos eu fiz minha parte, agora só falta a dela.

Por Juliana Coutinho Oliveira – Saúde Emocional