Ataque seus transtornos (depressão, ansiedade e estresse) antes que eles ataquem você! – por Fernanda Santos

Olá, hoje falaremos um pouquinho sobre três problemas de saúde mental  bem comuns que estão aumentando cada vez mais, são eles: depressão, ansiedade e estresse.

A depressão está afetando crianças, jovens e adultos e alguns de seus sintomas são: tristeza, perda de interesse ou prazer, perda de apetite, insônia, fadiga, lentidão nos movimentos e nos pensamentos, diminuição na atenção e concentração.

Na ansiedade a pessoa apresenta geralmente sentimentos de apreensão, medo, insegurança, agitação, inquietação, “nervosismo”, e preocupação e estes sentimentos fogem do seu controle.

Já no estresse, a pessoa pode apresentar dificuldade para pensar, se concentrar, diminuição da memória, tensão constante, impaciência, irritabilidade e dificuldade para dormir. Sabe-se que pouquíssimas pessoas ficam livres do estresse, visto a pressão do dia-a-dia. É preciso fixar objetivos que possam ser realizados em tempo disponível. Estabeleça prioridades e procure viver de forma simples. O tratamento do estresse abrange principalmente os aspectos do trabalho e da família.

Algumas dicas para prevenir e solucionar seu (s) transtorno (s):

 Procure falar sobre seus problemas: os que se isolam correm maior risco;

Busque apoio familiar e uma intervenção psicológica: O psicólogo, junto com o apoio familiar, trabalha para que a pessoa saia do seu transtorno e evite seu retorno;

Domine seus pensamentos em vez de deixar que eles o dominem: a importância aos pensamentos no tratamento está ganhando cada vez mais campo. O psicólogo ajudará a pessoa a realizar uma reestruturação cognitiva do pensamento através de uma dessensibilidade sistemática, ou seja, inicia-se com o pensamento até finalmente combater o transtorno;

Escolha um exercício físico prazeroso e alimente-se de forma saudável: através do exercício e da alimentação o mais natural possível, a pessoa contribui para o equilíbrio bioquímico e hormonal do corpo;

– Beba a quantidade necessária de água para o seu corpo: para saber o quanto de água você deve tomar, divida o seu  peso por 8, o resultado que der será quantos copos de 250ml você deve ingerir por dia, porém não se esqueça que deve ser meia hora antes das refeições ou 2hs depois;

– Respire ar puro (se possível) e da forma correta: cinco vezes ao dia faça a respiração abdominal, aspirando o ar profundamente e expirando bem devagar. Isto é recomendável especialmente para a ansiedade;

– Respeite suas  oito horas de sono: o descanso é essencial para a reparação de suas células para o dia seguinte.

– Se desejar utilize a terapia espiritual: a meditação é um tipo de terapia que está sendo praticada por muitos. Segundo o Doutor em psicologia Julián Melgosa (2010) a meditação mais significativa é a que tem sua base na Bíblia. Também selecione alguns textos curtos e memorize para lembrá-los nas situações de crise. Cultive um o relacionamento pessoal com Deus, conversando com Ele como a um amigo. A terapia espiritual tem ajudado a muitos a crescer emocionalmente e a ter mais saúde mental;

Uma dica especial para depressivos: Mantenha-se ocupado – quando se está deprimido torna-se difícil iniciar uma atividade, porém isso é só no começo, depois o estado de ânimo muda e a pessoa sente-se melhor;

Lembre-se: todas estas dicas podem ser eficientes, mas estes transtornos podem ter raízes profundas e é preciso combater a causa, pois “A restauração jamais pode ser completa a menos que as raízes do mal sejam atingidas. Muitas vezes os brotos são podados, enquanto a raiz é deixada a brotar.” (WHITE, 2010)

Por Fernanda Santos – Mente Saudável, vida feliz!

Gostou deste conteúdo? Então assista o nosso mais novo vídeo...