Por onde começo? Primeiros passos para quem decidiu mudar

Conheço muitas pessoas que tem o desejo de mudar pelo menos um aspecto de sua alimentação: parar de tomar refrigerante, deixar de comer fritura e/ou doces, aprender a comer frutas e vegetais, parar de comer carne… E o que é comum a essas pessoas é a dúvida de como implantar essas mudanças em suas vidas.

Implantar melhorias em nosso regime alimentar sempre é benéfico, mas a mudança precisa ser gradativa: lembre-se que você vai alterar hábitos adotados há anos, e uma mudança brusca pode prejudicar sua saúde.

O ponto principal para quem deseja implantar mudanças em seu regime alimentar é a informação. Digo isso porque muitas pessoas, por simplesmente deixarem de comer determinados alimentos, esquecem que precisam substitui-los por outros que forneçam os nutrientes semelhantes e acabam ficando doentes.

Procure se informar quanto aos alimentos que melhor substituem (em termos nutricionais) aqueles que você quer deixar de consumir. A tabela abaixo poderá ajudá-lo:

 

 

 

O segundo ponto importante a ser considerado é que a mudança deve ocorrer de forma gradual, porém deve acontecer. Se hoje você come todos os tipos de carne, experimente deixar a carne vermelha; no mês seguinte, deixe a carne branca; no próximo mês, os ovos. Prepare seu corpo para mudar; caso contrário, ele sentirá falta dos alimentos e você pode trazer prejuízos para sua saúde: fraqueza, anemia, queda de cabelo, pele enfraquecida e quebradiça, etc.

Algo muito importante para quem decidiu melhorar seus hábitos é abrir seu paladar para novos sabores e texturas. A consistência e sabores dos alimentos que você passará a injerir, como carne de soja, tofu, leguminosas, leites vegetais, etc, é bem diferente das opções de origem animal. Por isso, não tenha preconceito de experimentar as opções vegetais. O processo de mudança de regime alimentar nada mais é do que abandonar velhos hábitos e construir novos. E a construção de novos hábitos requer disciplina e esforço da nossa parte. No início, você pode estranhar os novos alimentos, mas em pouco tempo você passa a se acostumar com eles, e eles se tornam tão apetitosos como os antigos.

Outro fator importante é aprender a cozinhar. Quando optamos por mudar nosso regime alimentar para uma alimentação vegetariana e saudável, isso não significa que os demais membros da família adotarão o mesmo cardápio. Pense na dificuldade de uma dona de casa onívora, que não conhece nada sobre vegetarianismo, ver-se obrigada a preparar pratos vegetarianos para um membro da família. Por isso, cabe ao vegetariano a responsabilidade pelo preparo de sua alimentação. Isso garante que o vegetariano teste receitas, e veja as que melhor vão atender as suas necessidades nutricionais, de tempo e paladar.  Além disso, o vegetariano que cozinha desperta a curiosidade das outras pessoas, quebrando assim possíveis preconceitos quanto à sua opção alimentar.

E o mais importante de tudo: busque o auxílio de Deus. Mudar hábitos cultivados durante toda uma vida é bem difícil, mas Deus pode lhe dar a força, a paciência e a determinação para que você alcance este objetivo em sua vida. Apresentar-nos saudáveis diante de Deus é uma forma de honrá-LO, e certamente Ele terá prazer em lhe ajudar nessas mudanças.

Pense nisso, e implante as mudanças a partir de agora.

Por Tatiana Cornieri – Sob Medida

Gostou deste conteúdo? Então faça o download do nosso livro digital gratuito...

Gostou deste conteúdo? Então conheça agora o nosso método para se tornar vegetariano...

Gostou deste conteúdo? Então assista esta super aula online que nós preparamos para você...

Gostou deste conteúdo? Então assista esta super aula online que nós preparamos para você...