Por que os OVOS não são mais seguros para o consumo?

Print Friendly

ovos-galinha-exploracao-vegano

O polêmico assunto sobre ovos de galinha sempre gera uma discussão acirrada! Afinal, são décadas de consumo e crença nesse “super alimento”. Mas será que ele continua sendo seguro para o consumo humano? Entre Mitos e Verdades: Analisemos os Fatos!

Ovo caipira é saudável?

O ovo de galinha é considerado um alimento completo, rico em vitaminas e minerais. Diga-se de passagem, vêm sendo utilizado inclusive para a diminuição do colesterol. A ingesta de 1 unidade diária é considerada aceitável pela maior parte da sociedade acadêmica.

A primeira questão que surge é: Porque é recomendado que seja consumido o ovo vermelho ao invés do ovo branco? Seriam mais saudáveis os ovos caipiras?

Conclua! Ovos vermelhos não são sinônimo de “ovo caipira”. Os ovos vermelhos são ovos de uma linhagem de galinhas que botam na cor vermelha. Por isso existem ovos caipiras de casca branca e ovos de granja de casca vermelha.

Confira no vídeo abaixo como reage o organismo quando consumimos ovos.

 

O que acontece com os pintinhos macho?

Nas granjas, onde o foco é a comercialização e lucro, pintinhos-macho são selecionados e mortos logo após o nascimento, sendo jogados vivos em maceradores gigantes, intoxicados com gás, ou deixados para sufocar em sacos de lixo e lixeiras.

Isso tudo, porque pintinhos machos nunca irão pôr ovos e não são a raça vendida para consumo de carne (a raça utilizada para a carne de frango tem sido geneticamente manipulada para ter muito mais músculos e carne do peito), eles são considerados inúteis para a indústria dos ovos.

Então são tratados como lixo. Por isso, destruir pintinho machos é uma prática padrão na indústria dos ovos pelo mundo.

 

Quantos ovos as galinhas põem?

De fato, o processo de formar e expelir um ovo requer tanta energia e trabalho que as galinhas selvagens põem apenas de 10 a 15 ovos por ano. A galinha vermelha da selva – os parentes selvagens de quem as galinhas poedeiras domésticas descendem – Põem uma ou duas ninhadas por ano, com em média 4 a 6 ovos por ninhada. 

É um equívoco comum pensar que as galinhas estão sempre apenas “dando” ovos naturalmente. Isso acontece porque as galinhas modernas têm sido intensivamente criadas para pôr entre 250 a 300 ovos por ano!

Ovos com casca fina são comuns em galinhas poedeiras, pois elas não têm quantidades suficientes de cálcio armazenado para produzir a quantidade de cascas que são forçadas.

Quando ovos quebram dentro das galinhas isto leva ao acúmulo de material apodrecido dos ovos dentro do oviduto e abdome, o que causa um doloroso inchaço e frequentemente infecções bacterianas fatais.

Acompanhe o vídeo abaixo que mostra a realidade do sofrimento das galinhas para a produção de ovos. Miséria e sofrimento podem produzir algo saudável para o consumo?

 

As galinhas são utilizadas como objetos de exploração! O sofrimento animal, o esgotamento e privação que elas sofrem durante a vida toda, não justificam o consumo dessa “iguaria”, já que os humanos não têm necessidades biológicas de consumir ovos.

Os vários nutrientes neles encontrados podem facilmente ser adquiridos em uma dieta rica em vegetais.

De acordo com os estudos realizados, o consumo de ovos aumenta o colesterol, risco de diabetes e doenças cardiovasculares. Você pode retirar hoje mesmo o apoio a esta indústria explorativa adotando uma alimentação vegetariana e uma postura vegana!

Fonte: Camaleão

Assinatura_Jaqueline